Ir para o conteúdo

Se você está cansada de ver sua maquiagem derreter no seu rosto logo após aplicá-la e desaparecer por completo horas depois, talvez sua pele pode ser o problema principal.

 

Provavelmente você sofre as consequências de ter uma pele mista ou oleosa. Mas, nem tudo é sofrimento. Muita gente adoraria ter o brilho natural que seu rosto possui.

 

Com uma ótima rotina, alguns produtos cuidadosamente escolhidos e uma grande quantidade de autoconfiança, a pele oleosa pode realmente ser ótima. A seguir estão cinco fatos surpreendentes sobre a pele mista ou oleosa.

1) Lavar demais é a pior coisa que você pode fazer

Essa sensação de limpeza resultado de lavar o rosto muito bem pode ser satisfatória, mas também pode ser um problema.

 

Limpar a pele com produtos ásperos e secos pode deixá-la mais oleosa que o normal. A chave aqui é o equilíbrio. Realizando lavagens com muita frequência removemos a barreira protetora natural, fazendo com que a pele seque imediatamente e o corpo reaja produzindo muito óleo novamente. Isso cria um ciclo de pele oleosa e seca.

 

Limite a lavagem do rosto apenas duas vezes ao dia para manter a pele equilibrada e saudável. E é claro que nem é preciso dizer que é importante remover a maquiagem todas as noites.

2) Esfoliar demais

Se você é atormentado por acne ou pele propensa a cravos, pode ficar tentado a dar uma boa esfoliação no rosto. Mas saiba que isso pode estar danificando a barreira de umidade da sua pele.

 

A esfoliação excessiva torna a pele mais sensível, diminui a queratina e corre o risco de eczema como resultado de processos irritantes. Em vez de uma esfoliação severa opte por um esfoliante físico suave. Esse tipo de esfoliante suavemente afasta as células mortas da pele, impedindo o acúmulo de excesso de óleo e sujeira nos poros.

3) Não esqueça de hidratar

Embora possa parecer um pouco contraproducente, a hidratação da manhã e da noite ajudará a manter a produção de óleo da pele sob controle.

 

Certifique-se de seguir as fórmulas leves e não comedogênicas que preservam a defesa natural da pele contra manchas, sem obstruir os poros.

4) Seu estilo de vida pode desempenhar um papel importante

Dieta e exercício podem afetar sua pele, isso não é novidade. Picos no hormônio insulina podem causar excesso de oleosidade na pele, por isso é importante manter os níveis de açúcar no sangue equilibrados.

 

Existem algumas mudanças fáceis no estilo de vida que podemos fazer para manter a pele sem oleosidade:

 

  • Comer gorduras trans de alimentos processados ​​pode causar inflamação no corpo e na pele na hora de secretar o excesso de óleo. Tente trocá-las por gorduras saudáveis ​​anti-inflamatórias, como salmão, cavala, nozes e abacate.

 

O estresse também pode causar pele oleosa; o hormônio cortisol é liberado para ajudar seu corpo a gerenciar esse estresse, o que pode aumentar a produção de óleo na pele.

5) Processo de envelhecimento

Aqui está algo para sentir orgulho: em comparação às pessoas de pele seca, as pessoas com pele oleosa ou mista podem realmente mostrar os sinais de envelhecimento mais lentamente.

 

A pele seca não causa rugas, mas a secura pode dar ênfase às rugas, fazendo com que pareçam mais exageradas. Já a pele oleosa é melhor para reter a umidade natural, pois funciona como uma tampa natural para a sua pele. Quando as células da pele são hidratadas elas são capazes de funcionar com muito mais eficiência e produzem os itens que nossa pele precisa para se manter saudável, como colágeno, elastina, fatores hidratantes naturais e lipídios.

 

Então, da próxima vez que estiver reclamando de ter a pele oleosa ou mista tente imaginar esse óleo como a sua fonte da juventude.

Deixe seu Comentário





Role para cima